Tom de voz 99Food

Cheguei ao primeiro mês de um produto novo da 99, companhia brasileira de mobilidade urbana e primeiro Unicórnio do país, após aquisição da Didi, gigante mundial do mercado. A 99Food seria o mais novo aplicativo de delivery de comida com lançamento agendado para o próximo mês da minha chegada ao seu time de Marketing. O desafio já estava lançado: planejar conteúdo para um app que ainda não tinha documentos de marca mas contava com a herança de algumas definições de cultura, valores e lições de branding aprendidas sobre sua marca “irmã”, a 99. Mas a preocupação em desenvolver um guia de Tom de Voz ecoava na minha mente diariamente. Trabalhar com conteúdo é zelar pela linguagem, acima de tudo, e por isso este documento é prioridade para disseminar em toda a empresa a importância de conhecer a personalidade, os atributos, a proposta de valor e, assim, saber como a marca fala, afinal: todos nós falamos por ela. A voz da marca nada mais é do que a voz de cada um que trabalha em seu nome, para seu crescimento e sucesso.

Aguardei a proposta de valor definida pela liderança da 99Food para iniciar meus estudos e o racional para desenvolver o Guia. O primeiro passo foi traçar todos os elementos que tinha em mãos para refletir sobre atributos, desenhar sua personalidade de marca e, assim, definir a voz.

Definir os atributos da marca foi o primeiro passo para desenvolver o documento.
Em seguida, a personalidade de marca foi desenhada e, assim, sua voz que é sempre cuidadosa, próxima, positiva e autêntica.

Com o mantra “Só é bom se for bom pra todo mundo”, sob o qual a empresa nasceu, foi um caminho natural para mim optar por uma voz única para todos os clientes (entregadores e restaurantes parceiros, consumidores), com estratégia de modulação desta voz para resguardar a linguagem mais adequada a cada um dos três pontos de contato. Para tornar mais acessível o entendimento da modulação, produzi tabelas com exemplificação de voz para cada público adequado à cada traço de personalidade da voz.

Uma seção que pensei ser importante na disseminação de um documento que é direcionado a toda empresa e os diferentes perfis profissionais que nela estão, foi a de “criação na prática”, explicando como escrever mantendo cada traço de personalidade de forma a aproximar toda a conceituação além de tornar mais tangível definições que são, à priori, extremamente subjetivas.

E assim, nasceu o Tom de Voz de uma marca nova e cheia de vontade de crescer no mercado. Após o fechamento de todo o documento que, atualmente, conta com 30 páginas, realizei treinamento com turmas de até 10 pessoas de toda a empresa.

O maior objetivo deste trabalho era não só o de suprir a necessidade de apoiar a marca na busca de criação de conteúdo consistente, sobretudo o de criar a consciência nas pessoas de que todas ali são embaixadoras da marca e devem refletir em cada e-mail, sms ou comentário nas redes sociais uma voz única, pertinente com os objetivos do negócio.